O que é dieta low carb

Quando falamos sobre a dieta low carb, devemos saber que é uma dieta que propõe reduzir a quantidade de carboidratos que são ingeridos diariamente. A orientação que se tem para uma alimentação convencional é que no mínimo 50% do que é ingerido nas refeições sejam carboidratos.

DIETA LOW CARD

Já na dieta low carb, a macronutriende pode compor entre 5% a 45% do que se é consumido dentro de um dia. Porém é importante ressaltar que a redução extrema de carboidratos, sendo abaixo de 40%, proporciona o emagrecimento, porém além de não ser saudável poderá vir com uma série de consequências que podem ser graves para a saúde. Os carboidratos incluem alimentos como macarrão, pão, batata, arroz, entre outros.

Esse método de dieta low carbe parte do princípio que sejam priorizados carboidratos de baixo índice glicêmico para consumo, ou seja, são carboidratos onde a glicose (açúcar) sejam absorvidos em uma velocidade mais lenta fazendo com que não haja picos de insulina e nem de glicose no organismo. Alimentos com baixo índice glicêmico normalmente são os integrais, como arroz, macarrão, torradas e pães, além de batata doce, muitos outros.

Os alimentos que são integrais possuem uma grande quantidade de fibras que também estimulam o organismo auxiliando no emagrecimento.

Como a dieta low carb ajuda a emagrecer e também na saúde?

Como a dieta low carb ajuda a emagrecer a saúde

É um método que ajuda para que o emagrecimento saudável apareça, sugerindo que a alimentação de prioridade aos carboidratos com baixo índice glicêmico, sendo assim é um carboidrato que ingerido tem a glicose que será utilizada pela célula para obter energia.

Com o excesso de glicose faz com que ela seja estocada em forma de gordura e caso seja utilizada antes da próxima refeição não há ganho algum de peso. Assim o organismo consegue queimar toda a gordura estocada, pois é preciso liberar um hormônio chamado glucagon leia mais, que é responsável por retirar toda a energia estocada. Com uma dieta rica em alimentos com alto índice glicêmico os picos de insula às vezes podem ser tão altos que o glucagon não é liberado, sem ele a gordura não é queimada e não há perda de peso.

Quando a dieta prioriza pela ingestão de alimentos que contém um índice glicêmico baixo existe uma alteração menor da insulina no organismo, consequentemente ocorre a produção de glucagon. Além de também ter a presença de fibras e proteínas, fazendo com que a liberação desse hormônio seja muito mais eficaz.

Quando dentro da dieta segue o cardápio proposto com a ingestão de até 40% de ingestão de carboidrato, aproximadamente, ela também ajuda nesse processo de emagrecimento. Porém é importante lembrar que a proteína e principalmente a gordura também devem ser ingeridas controladamente. Com uma redução de apenas 10% e com melhora na qualidade do que será consumido, a pessoa também consegue reeducar seus hábitos alimentares.

A dieta low carb além de diminuir o peso, traz muitos benefícios como a prevenção da diabetes e por ter o grande consumo de alimentos integrais, também proporciona uma maior saciedade. Porém é importante lembrar que a redução extrema de carboidratos pode causar problemas para a saúde. Diminuindo o metabolismo basal provocando a dificuldade de perda de peso no futuro, fazendo com que o corpo comece a usar como combustível a fonte secundária: aminoácidos provenientes, principalmente dos músculos.

A dieta low carb não é indicada para alguns pequenos grupos de pessoas que sofrem de insuficiência renal, hepática, diabetes ou cardíaca. Atletas e praticantes de atividades físicas devem consultar nutricionistas especializados.

Porém ela é muito eficiente para quem procura um metabolismo mais acelerado, qualidade de vida melhor e principalmente: fugir dos alimentos industrializados.